SEO para iniciantes: 21 dicas poderosas para começar com o pé direito!

SEO para iniciantes não é um conteúdo onde você encontra em peso, mas o SEO (Search Engine Optimization) em si é uma ferramenta poderosa nos dias atuais e que só carregam consigo as melhores oportunidades para o crescimento das empresas.

O Google é o maior buscador que existe e disparado é o mais utilizado pelos usuários. Dentro desse buscador existem diversos algoritmos utilizados para levar os sites para o usuários de forma correta, fazendo com que a sua pesquisa resolva as suas dúvidas.

Nesse espaço entram as estratégias de SEO! Os profissionais de SEO são responsáveis pela otimização daquele site em questão e utilizando as ferramentas e estratégias necessárias, levar aqueles conteúdos para o máximo de pessoas.

Nós da Maturare preparamos esse artigo de SEO para iniciantes e com ele você compreenderá como você pode iniciar da maneira correta dentro do SEO.

SEO para iniciantes

Preparamos esse guia com dicas de SEO para iniciantes para você. Leia até o final e você entenderá DEFINITIVAMENTE sobre o SEO!

SEO para iniciantes: o que é SEO?

Todos nós que somos entusiastas do SEO temos alguma familiaridade com marketing e mesmo aqueles que não estão relacionados com marketing conhecem ou já ouviram falar de SEO (Search Engine Optimization).

Nos dias de hoje em que existem estratégias poderosas como o inbound marketing, o mercado digital está cheio de novidades e as pessoas tendem a ter um pouco de medo de aplicar essas estratégias, pois exigem esforço e paciência, a fim de obter bons resultados.

Apesar de toda a defasagem aparente, essas estratégias trazem ótimos resultados para as pessoas que as empregam e geram tráfego orgânico consistente dentro do conteúdo deste site. Dentro do Google, as pesquisas orgânicas são os destinatários de 80 e 90 dos cliques nos resultados do Google.

O SEO é dividido em SEO On-page e o SEO Off-page e cada um deles tem a sua funcionalidade dentro das otimizações, vejamos:

SEO ON-PAGE: o SEO On-page são estratégias utilizadas dentro da própria página: conteúdo, tempo de carregamento, melhorias no código, entre outras estratégias.

SEO OFF-PAGE: O SEO Off-page são as técnicas feitas no exterior das páginas, por exemplo, a obtenção de links de outros sites apontando para o seu (link building).

Qual a é a importância do SEO?

A internet apresenta uma grande quantidade de demanda de conteúdos. Todos os dias as pessoas criam novas dúvidas e novas oportunidades de gerar interesse sobre determinado conteúdo ou produto. Essa pessoas vão direto nas pesquisas do Google para tirar as duvidas.

Toda a internet é baseada em conteúdos. E todas as coisas que são publicadas pelas empresas, blogs e negócios no geral devem ser produzidos corretamente! Nesse momento os profissionais de SEO agem com as poderosas estratégias!

Todos os conteúdos que você consume dentro da internet, sejam eles vídeos, artigos, notícias, até mesmo imagens necessitam das estratégias corretas, por exemplo, as ALT TAGS das imagens.

Como fazer o seu conteúdo se destacar?

Todas as coisas que se assiste, e ouve na internet são parte dos conteúdos que são otimizados para alcançar as altas posições dentro dos buscadores e plataformas. Mas como você pode fazer para o seu conteúdo alcançar o destaque desejado?

A base para o seu conteúdo e seu site se destacar verdadeiramente pode ser resumido com uma palavra: relevância.

Se existe uma demanda de conteúdo, é porque as pessoas pesquisam por aquele assunto e ele é relevante para aquele grupo de pessoas. E você só precisa nesse momento garantir que esse grupo acesse o seu conteúdo e encontre a sua página.

O Google é responsável pela distribuição dos conteúdos para o grupo dos usuários, porém para que isso ocorra é necessária a correta utilização das palavras-chaves dentro das páginas do seu site.

iniciantes no SEO, como ranquear melhor no Google.

As otimizações de SEO auxiliam na canalização da demanda para o seu site de forma orgânica, ou seja, sem necessitar de fazer a utilização de propagandas pagas e campanhas de anúncios. Isso quer dizer que se forem feitas as corretas otimizações, informando o Google sobre os conteúdos da sua página, ele pode entregar para você um grande grupo de interessados no seu conteúdo.

Esses visitantes direcionados pelo Google são extremamente qualificados para ser seus clientes, pois eles estão buscando por aquele conteúdo. Por esse motivo, é fundamental que sejam feitos os corretos direcionamentos para a captação desses potenciais clientes em Leads e, futuramente, clientes.

Por que é importante estar entre os primeiros resultados de pesquisa? A resposta é simples: os primeiros resultados do Google são os que recebem mais cliques! Existem vários estudos sobre a taxa de cliques na página de resultados de pesquisa. O que se sabe é que o primeiro resultado fica entre 20 e 40 dos cliques enquanto o quinto resultado fica entre 6 e 9.

Se falarmos de uma palavra-chave que tem 100.000 buscas por mês, são 20.000 a 40.000 visitas mensais para o primeiro lugar e 6.000 a 9.000 visitas para o quinto lugar. Ou seja, a diferença entre o quinto e o primeiro lugar neste exemplo pode chegar a 35.000 visitas.

Por isso é tão importante otimizar sua página e conseguir que as primeiras posições nos resultados de busca ocupem as palavras-chave mais relevantes para sua empresa!

entusiastas do SEO

21 dicas para iniciantes no SEO começarem com o pé direito!

Vamos agora Conhecer essas dicas poderosas para um desenvolvimento incrível de SEO para iniciantes!

OBS: essas dicas podem ser aplicadas sem a necessidade de mexer em códigos dentro do seu site.

01- Desenvolva uma estratégia de Palavras-chave

Para aparecer nos primeiros resultados, é fundamental que se inicie com uma estratégia de palavras-chave. Sendo as palavras-chave fundamentais, pois são os termos pelos quais os usuários poderão chegar nos seus conteúdos.

É importante que se comece definindo quais são os termos que mais se relacionam ao seu conteúdo. Para isso, é fundamental que se vá além dos produtos e serviços que você pode oferecer: para isso podemos pensar na jornada que o seu cliente fará dentro do funil de vendar e o que o interessará em cada uma das etapas.

Faça a seleção de quais são as palavras mais importantes e produza conteúdos focados nelas. Ter uma estratégia de palavras-chave significa que você poderá concentrar todos os seus esforços na atração de visitantes qualificados para que em um futuro próximo se tornem clientes.

02- Produza apenas conteúdos de qualidade

A base do SEO é a produção de conteúdos relevantes para o seu site. O Google tem várias maneiras de determinar o que é relevante para um usuário com base nos seus algoritmos. Abaixo abordamos algumas técnicas que vão te ajudar a melhorar o ranking da sua página, mas o principal é: se o seu conteúdo não for realmente relevante para o usuário, ele nunca mais voltará.

Isso significa que você perdeu tempo criando conteúdo que não gera leads ou clientes.

Além disso, o Google tem maneiras de adivinhar quando o usuário não gostou do seu conteúdo e relatar mais tarde. Portanto, conteúdo irrelevante será penalizado nos resultados da pesquisa.

03- Vá além de conteúdos superficiais

Não é uma missão fácil saber se o conteúdo se aprofunda realmente no tema abordado, mas o Google desenvolveu um bom critério para analisar isso: o tamanho do artigo.

Não existe um tamanho ideal para o tamanho que um blog ou um post deva ter, na maioria, é levada em consideração uma comparação com outros artigos feitos por outros sites. Mas profissionais por meio de pesquisas afirmam que é fundamental exceder 500 palavras.

Dessa maneira, os motores de busca podem evitar as páginas que funcionam para apenas “pescar cliques”, que tem apenas a função de atrair visitantes oferecendo conteúdos curtos e rasos de conteúdo.

Mas em sua maioria, os conteúdos que ocupam as 10 primeiras posições possuem 2000 palavras ou mais.

Primeiramente pode parecer assustados esse número, mas inicie com 500 palavras e vá aumentando e com toda certeza você conseguirá produzir esses artigos profundos e de grande relevância nos buscadores.

04- Nunca copie conteúdos!

Os buscadores como o Google, possuem muita responsabilidade com os seus usuários e, para apresentar sempre os melhores resultados, foram feitas diversas atualizações com o passar dos anos para trazer uma melhor experiência.

O Google, por exemplo, não é tolerante com conteúdos plagiados, por esse motivo, evite ao máximo qualquer cópia de conteúdo dentro das suas páginas.

Ao copiar conteúdos o seus site pode ser penalizado se essas cópias ocorrerem dentro de várias páginas do seu site.

Foque na produção original sempre!

05- Otimize as mídias que estão dentro do seu site!

A utilização de imagens dentro do seu site auxilia em uma leitura menos cansativa e pode até ser utilizado para explicitar algum conteúdo, como é o caso dos infográficos.

Uma diga básica para o SEO para iniciantes é utilizar as imagens dentro do site, mas fazer uma otimização nas mídias que serão inseridas para que elas venham com uma boa qualidade, o que transmite profissionalismo, mas ao mesmo tempo que estejam mais “leves” para serem inseridas. Isso faz com que as mídias não venham atrapalhar na criação do seu site e muito menos no carregamento.

A velocidade de carregamento do site é um dos critérios de ranqueamento do Google, pois está fortemente ligado a experiência do usuário com o seu site.

06 – Faça o investimento na qualidade da escrita

Os motores de busca possuem a capacidade de identificar centenas de idiomas e quando existem erros de ortografia e gramática eles conseguem distinguir. Os conteúdos que são mal escritos podem ser entendidos como uma página maliciosa ou até spam. Portanto, quando os erros são frequentes, as páginas serão penalizadas.

Isso não se restringe aos motores de busca. Quando um texto possui muitos erros de português, por exemplo, o texto e o site é penalizado pelos próprios usuários.

Capriche cada vez mais no seu português!

07- Desenvolva um link building de qualidade

No desenvolvimento de conteúdos de SEO para iniciantes, é importante entender que os links são valiosos para todos os sites, pois eles transmitem para o Google que o seu site possui relevância para os usuários.

Os links não podem ser feitos de qualquer site. Os links devem ser construídos e moldados por sites de qualidade de grande relevância. A quantidade também tem fatores importantes, porém de nada adianta quantidade sem qualidade.

Esses links fazem o seu site ser bem ranqueado no Google, pois parte da autoridade desses sites maiores é transferida para a sua página.

Portanto, para ranquear bem, é fundamental um bom relacionamento com os outros sites dentro da WEB! Conquiste links de qualidade!

08- Desenvolva links externos de qualidade

Os links são uma via de mão dupla: para conquistar links, muita das vezes, será necessário que você ofereça links também. Para favorecer essas práticas, os motores de busca passaram a valorizar as páginas que contêm links externos.

A lógica é extremamente simples: dificilmente uma página vai oferecer todo o conteúdo que pode ser explicitado sobre aquele tema. Então, quando oferecemos conteúdos externos, estamos favorecendo a pesquisa do usuário e guiando-o para outras páginas que também possuem relevância.

Porém, esteja atento para que não sejam feitas trocas de links diversas vezes com um mesmo site apenas, pois essas práticas logo são percebidas pelos algoritmos dos buscadores que penalizarão os seus conteúdos.

09- Utilize links internos nos seus conteúdos

Além de apontar para outros sites e conteúdos externos, é importante que isso seja feito dentro do seu próprio site, pois, muita das vezes quando estiver sendo desenvolvido um conteúdo, podem ser abordado conteúdos que já foram produzidos.

Apontar para conteúdos dentro do seu próprio site, auxilia na distribuição de autoridade dentro da sua própria página. Dentro de um próprio site, alguns conteúdos possuem mais autoridade que outros.

10- Faça a utilização de textos-âncora internos

Além de analisar os links, o Google leva muito em consideração os chamados textos-âncora para o link.

Por exemplo:

Clique aqui contra Entenda o que é SEO e como captar mais clientes!

Esses dois exemplos de “Call-To-Action” apontam para o mesmo conteúdo, porém, no segundo caso se está indicando para o Google e para o leitor o que será encontrado ao entrar naquele link.

Essas práticas já foram utilizadas como spam, então pode-se “maneirar” um pouco em sua utilização, mas você pode utilizar essa técnica para ranquear melhor. Pequenas variações são sempre bem-vindas nas produções de conteúdos.

11- Faça com que os usuários possam ter uma experiência positiva

O Google se importa demais com como está sendo a experiência dos seus usuários dentro dos sites, por esse motivo, ele analisa perfeitamente qual será a experiência que ele alcançará ao clicar em determinado resultado de busca.

O algoritmo tem favorecido cada vez mais os sites que entregam experiências boas para os usuários. E uma das maneiras que o Google utiliza para analisar é a taxa de rejeição que aquele site possa ter.

Quando um usuário permanece por pouco tempo na página e sai dela sem clicar em nenhum lugar, o Google compreender que a experiência do usuário foi negativa e nada relevante. Conforme esse comportamento se repete por outros usuários, o ranking da página é cada vez mais prejudicado.

Então, além de conteúdo relevante a experiência deve ser positiva.

12- Otimize o tempo de carregamento da sua página

Como já afirmado, é fundamental para a experiência do usuário um bom tempo de carregamento. Se a página é muito lenta e demora para apresentar os conteúdos, o Google analisa como ela sendo prejudicial para a experiência dos usuários e, por esse motivo, o ranking diminui.

O Google se preocupa tanto com esse quesito, que eles lançaram uma página para você conferir o tempo de carregamento da sua página, o nome é:PageSpeed.

13- Faça a utilização da palavra-chave no início do seu título.

O título é a frase que aparece na aba do navegador quando você acessa uma página.

Observe que aqui no blog geralmente é semelhante ou idêntico ao título do post do blog. Desta forma reforçamos para os motores de busca quais os conteúdos que os utilizadores podem encontrar nesta página.

O título é uma área importante, pois não é apenas uma das primeiras coisas que os mecanismos de pesquisa lêem no seu site, mas também é a parte clicável da sua página quando ela aparece nos resultados da pesquisa.

A palavra-chave que você deseja enfatizar em seu conteúdo deve aparecer no título, de preferência no início. Apenas certifique-se de que é natural e legível para o usuário.

14- Faça a correta utilização da palavra-chave nos intertítulos

Os intertítulos são os tópicos de cada seção do seu artigo.

Neste artigo você já passou por alguns deles. Eles ajudam a tornar o texto digitalizável e legível e fácil de escanear. Caso você tenha notado a diferença entre os tópicos e os parágrafos e os outros títulos. há diferenças entre o tamanho e formato dos títulos, pois alguns deles apresentam pesos diferentes. A primeira é uma Tag <h2> e o outro é uma tag <h3>.

Essa hierarquia entre as tags auxilia o Google a entender como está organizado o seu conteúdo e como é a sua ordem de importância.

15- Utilize as palavras-chave na URL

As URLs também são muito analisadas pelo algoritmo do Google, por esse motivo, devem apresentar a palavra-chave em sua composição.

Por exemplo, se a palavra-chave estiver na sua URL, você ganha mais autoridade naquela palavra-chave. Deixando bem claro para os motores de busca quais são os conteúdos que seu site produz.

16- Desenvolva URLs curtas

além de produzir boas URLs é necessárias que elas sejam bem construídas e sejam curtas, mas que apresentem o que há naquele conteúdo mantendo um foco.

Muitas pessoas antigamente enchiam a URL de informações para ranquear melhor, mas o Google analisa elas minuciosamente e por isso elas não podem utilizar essa técnicas negativas.

O Google passou a priorizar URLs pequenas e objetivas.

17- Utiliza variações da palavra-chave no seu conteúdo.

Uma estratégia antiga de ranqueamento era exagerar na utilização de palavras-chaves ao longo do texto, porém isso torna o texto cansativo e muita das vezes sem sentido.

Mas um texto bem escrito deve ser feito com naturalidade, para não comprometer a boa experiência dos usuários no decorrer do texto. Ao pensar nisso, o Google considerou pequenas variações da palavra-chave.

18- desenvolva uma boa meta description

A meta description não é um fator de ranqueamento, mas possui grande importância para convencer os leitores à adentrar nos seus conteúdos. Os usuários vão escanear a sua descrição e isso será um fatos decisivo para definir se ele vai clicar ou não. Além disso, se ela contém a palavra-chave pela qual o usuário buscou, a palavra ficará em negrito na descrição, chamando ainda mais a atenção do usuário.

19- Utilize textos alternativos nas imagens

O Google consegue identificar o conteúdo da maioria das imagens, utilizar reconhecimento facial e outros padrões de identificação de uma imagem. Porém, isso não auxilia em nada dentro das otimizações de SEO.

Para otimizar a sua página com imagens para SEO é fundamental utilzar o Texto alternativo ou Alt Text das imagens.

20- Tenha poucos “níveis” de navegação

A página inicial é a página mais importante de um site e os mecanismos de pesquisa levam isso em consideração. Então, quanto mais distante uma página estiver da página inicial, menos relevante ela será, certo?

Bem, mesmo que não seja o caso no seu caso, o Google interpretará dessa maneira. Se o seu conteúdo importante só estiver acessível após 3 ou 4 cliques na página inicial, algo está errado! Tenha uma hierarquia mais horizontal para o conteúdo do seu site e não deixe o usuário percorrer muitas páginas até chegar ao que é relevante para ele.

Isso não afeta apenas a experiência do usuário, mas também a classificação da sua página.

21. Evite alterar a URL de algum post

Às vezes, você pode olhar para artigos antigos em seu blog e ver que alguns deles têm uma URL longa e pensar em alterá-los. Mas NUNCA faça isso!

Ao alterar a URL de um post antigo, peça todo o histórico de hits que ele possui e com isso o Google o verá como um post novo. Isso significa que todos os rankings alcançados não existem mais.

Concluindo

SEO é um conjunto de técnicas que estão em constante mudança e por esse motivo exigem que os profissionais estejam sempre se atualizando.

Os motores de busca estão sempre mudando seus algoritmos a fim de trazer os melhores resultados para os seus usuários, pois o que é relevante em uma época é irrelevante em outra.

Além do mais, o Google e os demais buscadores, raramente divulgam o que as páginas devem desenvolver para ranquear melhor, então muito do que se sabe de SEO é baseado em pesquisas e experimentos utilizando técnicas como “engenharia reversa”.

Com essas dicas você poderá iniciar no SEO com o “pé direito”!

FAQ (Perguntas Frequentes)

1- Como iniciar no SEO?

É preciso considerar os 3 pilares da estratégia de SEO: otimização do site (melhorar código, velocidade e operação no mobile); gerenciamento de conteúdo (criação e otimização de conteúdo do site); Ganhar backlinks (adquirir links externos apontando para o seu canal, votos de confiança de outros sites).

2- O que é e como iniciar no SEO?

SEO significa otimização para mecanismos de busca. É um conjunto de estratégias e técnicas de otimização para sites, blogs e páginas da web com o objetivo de melhorar o posicionamento orgânico em buscadores como o Google gerando tráfego e autoridade digital.

3- Quanto tempo demora para a prender SEO?

A resposta rápida é: SEO leva tempo. A maioria dos especialistas em marketing digital concorda que um site deve começar a ver resultados de SEO dentro de 6 a 12 meses. Porém, o SEO é algo que está em constante movimento, então é necessário o estudo constante para nunca ficar desatualizado.

4- Quais são as técnicas de SEO?

Existem diversas técnicas e estratégias de SEO, porém algumas são:

  • pesquise e utiliza boas palavras-chave para os seus conteúdos;
  • desenvolva conteúdos relevantes e completos;
  • utiliza o SEO On-page;
  • utilize o SEO off-page;
  • saiba utilizar textos âncoras.